segunda-feira, 9 de abril de 2012

Adoração à lua



Tão misteriosa e enigmática
és lua tão bela!
Teu falso brilho que reluz sobre meu escudo faceiro,




Faz-me lembrar de como és suave e meiga;
És pra mim, a imagem perfeita do romantismo
da pura conduta do amor,
da saudável expressão do afeto,
da esperança de conquista na solidão...
O calmante,, o chacra, o mantra, a oração... Ao espírito perturbado!

És pra mim, Oh lua!
a deusa da noite, dos amores da poesia...
O motivo desconcertante ritmo da nostalgia...

Faz-me lua esquecer meus pesares...
E enfeitiça-me eternamente apenas com olhares.


Nenhum comentário:

Postar um comentário